Notícias

Entendendo o voto proporcional

Artigos - 31/08/2018

Sabe aquela história do candidato A super bem votado que não é eleito, enquanto o candidato B com muito menos votos vira deputado? Não é a eleição que foi fraudada, é o sistema de votação que é meio complicado mesmo.

No Brasil, vereadores, deputados estaduais, distritais e federais são eleitos pelo sistema proporcional que é bem diferente do majoritário que elege membros do executivo e senadores pela maioria dos votos.

O que acontece nesse sistema é o seguinte: primeiro são computados os votos para partido ou coligação. Só depois, são contados os votos para os candidatos que ocuparão as cadeiras de cada partido na casa legislativa.

Ou seja, no caso dos dois candidatos, o partido do B foi muito mais votado que o do A.

Mas como chegam ao resultado? Prepara a calculadora.

Aqui entram dois termos que você precisa conhecer: quociente eleitoral e quociente partidário.

O quociente eleitoral é o resultado do total de votos válidos dividido pelo número de cadeiras em disputa.

Por exemplo: uma cidadezinha tem 1000 votos válidos e 10 cadeiras na câmara dos vereadores. No caso, o QE=100.

Para chegar ao quociente partidário, o número de votos válidos de cada partido é dividido pelo quociente eleitoral. O resultado indica o número de cadeiras de cada sigla.

Na mesma cidadezinha, o partido C teve 200 votos. QE=2 cadeiras.

Depois das contas são determinados os candidatos que ocuparão as vagas.

Importante lembrar que: no sistema proporcional, o seu voto vai para os partidos e estabelece a ordem de preferência de cada candidato para ocupar uma cadeira.

Por isso que temos a figura dos puxadores de voto. Candidatos com discurso humorístico ou polêmico que estimulam o voto de protesto. Cuidado! Suas grandes votações inflam o QP da legenda e levam junto uma turma que você nunca votaria.

Por via das dúvidas, é melhor votar em um partido com candidatos 100% ficha limpa e contra a reeleição. Vote no PHS.

Veja também:

Notícias em destaque relacionadas a este conteúdo: