Notícias

A importância do turismo para São Paulo

Destaques PHS-SP - 08/08/2018

O Ministério do Turismo apontou este ano que São Paulo continua sendo a principal porta de entrada de turistas estrangeiros no Brasil. Em 2017, quase 2,2 milhões visitaram o país. Além disso, estima-se que, anualmente, chegam ao estado 50 milhões de turistas, entre domésticos e estrangeiros, contribuindo para o fortalecimento da nossa economia.

Já o Governo de São Paulo destacou ser o setor turístico responsável por 10% do Produto Interno Bruto (PIB), gerando 1 milhão de empregos diretos e 2 milhões de empregos indiretos.

Ciente de tamanho potencial, Laércio Benko, presidente do PHS-SP, atuou fortemente na Secretaria do Turismo do Estado de São Paulo, entre 2016 e 2017, apoiando a emissão de 140 certificados de Municípios de Interesse Turístico (MIT) para fomentar o desenvolvimento turístico e econômico em cidades do interior.

Em maio de 2017, foram oficializados os primeiros Municípios de Interesse Turístico: Agudos, Barretos, Brodowski, Buritama, Espírito Santo do Pinhal, Guararema, Iacanga, Jundiaí, Martinópolis, Monte Alto, Pedreira, Piedade, Rifaina, Rubineia, Sabino, Sales, Santa Isabel, Santo Antônio da Alegria, Tapiraí e Tatuí.

Mas afinal, o que os Municípios de Interesse Turístico têm em comum? Todos geram divisas regionais e projetam a imagem do estado de São Paulo em nível nacional e até internacional. Exemplo claro é Brodowski, localizado na região nordeste do Estado de São Paulo, na região Metropolitana de Ribeirão Preto, berço do mestre da pintura brasileira Candido Portinari, onde fica o Museu Casa de Portinari, que recebe turistas o ano inteiro.

Como Brodowski, os demais Municípios de Interesse Turístico promovem a cultura de suas regiões através de festas típicas, eventos religiosos, festivais, gerando lazer, emprego e movimentando a economia local. "Desenvolver o turismo é fortalecer a economia criativa do estado", destaca Laércio Benko.

Veja também:

Notícias em destaque relacionadas a este conteúdo: