Candidatos

Pastora Jerusa

Nome Completo: Jerusa Januária Da Silva

Número: 31055

Cidade/Região: Jacareí

Candidato a: Deputado Estadual

Vídeos PHS-SP em Destaque

Compartilhe o Santinho:

Histórico do Candidato:

Nascida em Jacareí, interior de São Paulo, a Pastora Jerusa se espelhou nos melhores exemplos de vida propagados por seus pais e avós. Passou por momentos difíceis, pois o pai faleceu quando ela tinha apenas cinco anos de idade.

Caçula de 11 irmãos, ela começou a trabalhar aos 12 anos e recorda que, a certa altura, chegou até a costurar toucas de crochê para conseguir seguir em frente para garantir certa renda.

Ela estudou em escolas públicas, concluindo o ensino fundamental em Jacareí e o ensino médio em São José dos Campos, outra cidade que morou com a família. 

Ela cria um filho que, por complicações no parto, foi diagnosticado com paralisia infantil e, ao longo de 18 anos, que é a idade dele, ela nunca mediu esforços para cuidá-lo.

Por sua experiência pessoal, ela sabe que a pessoa com deficiência enfrenta uma série de dificuldades, de problemas com o ensino à saúde. Inclusive, também sabe que Jacareí tem problemas sérios a serem sanados através de propostas firmes, especialmente de âmbito político.

Ela lembra que começou a entender o sentido da política por ter participado de grêmios estudantis e presidido o Conselho das Associações de Moradores dos Bairros, em Jacareí. Sempre engajada em movimentos populares e por lutar por benfeitorias, ela viu seus planos e convicções políticas florescerem.

Foi coordenadora do Conselho do Orçamento Participativo de Jacareí, entre 2005 a 2007. Por isso, começou a entender os anseios da população local.

Desde 2003, é filiada ao Partido Humanista da Solidariedade (PHS), pois crê que o estatuto do partido vai ao encontro de suas convicções políticas. Este ano, é candidata a deputada estadual.

 Propostas:

  • Melhorias no ensino público;
  • Pela democracia em sala de aula;
  • Resgate dos valores na educação;
  • Melhorias com foco na inclusão social da pessoa com deficiência;
  • Atuar nas áreas da saúde, habitação e alimentação escolar;
  • Pela liberdade religiosa, pois não aceita a intolerância religiosa;
  • Empoderamento feminino.

Redes Sociais:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Notícias em destaque relacionadas a este conteúdo: